Asfalto sobre córrego sujo gera impasse em Nova Carapina | Portal Tempo Novo

Serra, 16 de Janeiro de 2019

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Cidade

Serra, 19 de dezembro de 2014 às 14:58

Asfalto sobre córrego sujo gera impasse em Nova Carapina


Por Anderson Soares

Moradores não aceitam a pavimentação da rua sem que o córrego seja transformado em galeria. Foto: Fábio Barcelos

Moradores não aceitam a pavimentação da rua sem que o córrego seja transformado em galeria. Foto: Fábio Barcelos

A obra de drenagem e pavimentação da avenida Manhuaçu em Nova Carapina tem sido motivo de polêmica entre moradores e a Prefeitura da Serra. É que a população exigiu a paralisação da obra, pois não quer a via seja asfaltada sem canalizar e tapar o córrego poluído que passa no local.

Já a prefeitura argumenta que não pode tapar o córrego. Segundo ela o Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema) não autoriza. Por sua vez, os moradores dizem que a prefeitura já canalizou o córrego na avenida Cataguases e querem ação semelhante na Manhuaçu.

A intenção é diminuir o mau cheiro e acabar com o incômodo provocado pelos mosquitos e roedores que invadem as residências. Além de pôr fim às quedas de criança e idosos na água suja.

O líder comunitário Almir Gomes de Oliveira conta que já foram realizadas várias reuniões, mas nenhuma resultou em acordo que pudesse contemplar a reivindicação dos moradores.

“Da maneira como estão querendo, em alguns pontos é inviável a pavimentação, pois a via vai se afunilando. O manilhamento e o aterro vão permitir a ampliação da avenida”, afirma.

A moradora de uma das casas à beira do córrego, Sandra Regina, diz que ninguém suporta mais o mau cheiro. Ela afirma que pra piorar situação algumas pessoas jogam lixo e a limpeza demora a acontecer.

Dialogando

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, o fechamento do córrego só pode ser feito com autorização do Iema. Disse que está dialogando com a comunidade, com o Iema e com a Cesan sobre a situação.

Por meio de nota, a Cesan esclarece que a tapagem do córrego bem como o manilhamento são de responsabilidade da Prefeitura e que ela pode ser executada independente da empresa. A equipe de reportagem procurou o Iema para comentar o impasse, mas não obteve resposta até o fechamento da reportagem.

Audiência e protesto

Estava prevista para a noite de amanhã (18) uma Audiência Pública no bairro para discutir a situação.  A Audiência foi proposta pelo vereador que mora na região, Toninho Silva (DEM).

Na última quinta-feira (11) os moradores chegaram a parar a BR 101 e protestaram queimando pneus e madeiras.




O que você acha ?

Você é a favor da facilitação da posse de arma no Brasil?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por