Serra, 17 de julho de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Amar é o Bicho

por Ana Paula Bonelli

Serra, 27 de Abril de 2018 às 9:11

“Dar banho no cachorro  é tomar banho também”  


 

Bárbara e a cadela Pepper: banho de chuveirinho, morno e no box. Foto: Ana Paula Bonelli

Ana Paula Bonelli

Humanos tomam banho todos os dias, mas e os cães? Como será essa rotina para os proprietários destes animais? Tem quem dê em casa, na varanda, no banheiro e tem aqueles que preferem levar o bichinho de estimação para um profissional fazer o trabalho. Uma coisa é unânime: quem curte seu pet, quer vê-lo sempre bem cuidado e cheiroso.

Pelo menos de quinze em quinze dias, Jack, um poodle resgatado das ruas, toma banho. E seu dono, Angelo Rafael Mattede é quem faz as honras e não é uma tarefa muito fácil, segundo ele.

Morador de Jardim Limoeiro, Rafael conta que o banho é no box do banheiro com água morna. “Uso tolha e secador por que Jack é peludo. Quando minha esposa dá banho ele fica quieto, mas quando sou eu, rosna e tenta me morder tempo todo. Jack odeia que lave as patas. Dar banho nele é sinônimo de tomar banho também, fico todo molhado”, conta Rafael.

Rafael tem ainda a missão de cuidar de outros três cães que vivem na casa de sua mãe. Por lá, o banho é na mangueira e eles secam correndo pela varanda.

Já Bárbara Lopes, também de Limoeiro, tem a missão de cuidar da cadela Pepper, um animal de porte médio resgatado da rua. A cachorra agora toma banho morno no banheiro. “Ela fica paradinha, nem se mexe e tenta ir dando passinhos lentos, para que eu não perceba que está fugindo da situação. Quando me dou conta já andou um pedação. Ela também coloca a língua para fora feito um calango querendo beber a água que sai do chuveiro. Quando me mudei para o apartamento pensei no tamanho dela e como seria essa parte, mas deu tudo certo”, acrescenta.

A pequena Nina, da raça Schnauzer, empreende fugas desenfreadas pela casa, conta sua dona Riviani Marques Saly, de Laranjeiras.  “Meu marido Eduardo que cumpre essa parte do banho. Apesar de tremer quando vê a água e fazer cara de desespero, ela ama tomar banho. E tem mais, depois pede roupa, pois é muito friorenta”, revela Riviani.

Esteticista canina dá dicas para o sucesso

A esteticista canina Kleidiane Hespanha Cantão, da petshop Mega Rações, em Laranjeiras está no ofício há 15 anos e dá dicas para dar um banho agradável e com segurança em cães.

Se for agressivo, recomenda-se sempre o uso de focinheira. “Mas tudo é jeito. Eu mesma já peguei cães que o dono fez propaganda de que era bravo e agressivo e consegui domar a ‘fera’”.

Outra orientação é ter cuidado com o ouvido. “Não pode deixar entrar água, pois pode dar otite”. Shampoo só o de uso veterinário e deve-se secar bem o cachorro com toalha e secador, principalmente se for pelo longo, para evitar possíveis problemas de pele e usar sempre água morna e a cada 07 dias. “Se quiser usar perfume tem que ser próprio para cachorro e pode ser aplicado duas vezes depois do banho”, conclui. 




O que você acha ?

Você vai votar em quem para presidente?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por