Serra, 16 de agosto de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

O Nó da Gravata

por Conceição Nascimento

Serra, 3 de agosto de 2018 às 9:30

Deixa o homem trabalhar


Na última quarta-feira (01) durante a convenção da Rede, o presidente da Câmara, Rodrigo Caldeira (Rede), que capitaneou o grupo de oposição e venceu a eleição da Mesa Diretora, esteve presente ao evento e inclusive compôs a mesa junto ao prefeito. Nos bastidores comenta-se que há um movimento de reaproximação entre Caldeira e Audifax, visando dar fluidez aos projetos do Executivo na Câmara. O problema é que o que está feito, está feito. O grupo que Rodrigo comandou tomou conta das principais comissões internas da Câmara, e vereadores de oposição orgânica, como Ailton Rodrigues (PSC), Nacib Haddad (PDT) e Aécio Leite (PT), seguem sentados nos postos chaves. De lá para cá foi estabelecido uma espécie de boicote branco aos projetos de Audifax, e desde então, já se soma 47 dias sem que a Mesa Diretora paute PL’s do Executivo. A turma da cozinha de Audifax entende como necessário essa reaproximação, mas Caldeira segue sendo visto com muita desconfiança.   

Cutucando Sérgio

Durante evento de inauguração da Praça de Vista da Serra I na sexta-feira passada (27), Audifax discursou sobre a necessidade do eleitor “votar em políticos com ficha limpa”, e distribuiu uma cartilha feita por uma instituição nacional com orientações para o eleitor antes de ir às urnas, buscar e pesquisar o nome dos candidatos que tem entraves na Justiça. Sem citar nomes, Audifax referia-se claramente ao adversário Sérgio Vidigal (PDT), já condenado em 1º instância por nepotismo e que responde a alguns outros processos.

Paulo, o espertalhão

O mercado político aguarda a decisão do governador Paulo Hartung (MDB) sobre a participação da inauguração da Rede Cuidar em Guaçuí. Caso o governador decida ir, Hartung fica virtualmente inelegível, já que a legislação eleitoral veda esse tipo de ação para quem será candidato na eleição de 2018. Aliados de Hartung afirmam que ele não vai, assim como ele não foi à abertura de uma exposição na última terça-feira (31). É aguardar para ver…

Tá bom não

Na semana passada o Tempo Novo publicou no site uma enquete com a pergunta: “Como você avalia este terceiro mandato do governador Paulo Hartung?”. Ao todo foram 409 votantes dos quais 57% optaram pelo ‘não’; 28% votaram no ‘sim’ e os outros 15% registraram como ‘regular’.

O ruim ficou pior

Durante essa semana o Hospital Infantil de Vila Velha, o Himaba, paralisou sua área de ortopedia por falta de pagamento aos médicos. Fato que gerou filas enormes e muita reclamação de pais de crianças que precisam de atendimento. Não é de hoje que o Himaba vem sofrendo com sérios problemas. Em maio desse ano o SindSaúde denunciou a morte de quase 30 bebês em 3 meses na UTIN do Himaba. É bom lembrar para todos os serranos, que o Himaba é o mesmo hospital onde o Governo do Estado transferiu em 08 de dezembro de 2016 (no dia do aniversário da Serra) todos os 26 leitos da UTIN do Dório Silva. Medida que na época causou repercussão negativa, pelo fato do Dório até então ser referência em partos de alto risco e a Serra ter uma demanda enorme. Está ai o resultado, o Himaba funciona mal e o Dório perdeu sua UTIN referencial estadual.

_______________________________________________________

Coluna Palanque 

Amarelou, mas aterroriza

Amaro Neto (PRB) desistiu de ser candidato a senador e agora vai disputar uma das 10 vagas para deputado federal. Mesmo com certo distanciamento político da Serra, a decisão de Amaro pode ter forte reflexo eleitoral do município. Isso porque da primeira vez que disputou uma eleição em 2014, para deputado estadual, Amaro foi o 3º mais votado, alcançando 11.416, ficando atrás de Nacib Haddad (14.463) e de Bruno Lamas (15.763), duas lideranças políticas com mais de duas décadas de trabalho na cidade. Isso dá credencial para crer que ele é igualmente competitivo na Serra para uma eleição de deputado federal, além de ele transitar muito bem no eleitorado evangélico e de renda mais baixa, que é numeroso na cidade. Com isso, deve dificultar a vida de outros candidatos que contam com os votos no município, como Guto Lorenzoni (Rede), Carlos Manato (PSL), Givaldo Vieira (PT). Ainda mais com Vidigal na disputa, que é cotado para abocanhar entre 80-100 mil votos na Serra.      

Com aliados assim…

Além disso, mais dois candidatos a deputado federal devem ser confirmados nos próximos dias. Trata-se de Miguel da Policlínica pelo PTC e Márcia Lamas pelo PSB. Ambos são aliados de Audifax, mas podem dificultar os planos da Rede de eleger um deputado federal, já que vão dividir o mesmo eleitorado. É o chamado fogo amigo. No caso de Márcia, alguns aliados do prefeito interpretam como uma forma de pressionar apoio à candidatura de Bruno Lamas em detrimento da retirada da candidatura de Márcia. Já Miguel é uma determinação do partido em Brasília, inclusive haveria a promessa de aporte de capital para sustentar a campanha.

Me dá licença

Falando em Guto Lorenzoni, ele e o vereador Alexandre Xambinho (Rede) protocolaram requerimento junto à Procuradoria da Câmara da Serra para “ver como é o procedimento de licença temporária”. Os dois vereadores tem a intenção de se afastar durante o período eleitoral para se dedicar às campanhas. Guto é candidato a deputado federal e Xambinho à estadual. Se ocorrer, quem deve assumir as vagas são os suplentes Ericson Duarte (Rede) e Saulo Brum (PP), respectivamente. De acordo com o Regimento Interno da Câmara, a licença superior a 30 dias e inferior a 180 dias pode ser solicitada, para fins particulares.




O que você acha ?

Os novos investimentos ambientais anunciados por Vale e Arcelor vão reduzir o pó preto?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por