Serra, 19 de Fevereiro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Mestre Álvaro

por Eci Scardini

Serra, 30 de dezembro de 2016 às 8:40

Esforço louvável e preço alto


Eci Scardini

É louvável o esforço que o prefeito Audifax Barcelos (Rede) faz para conter gastos e assim garantir o pagamento de salários dos servidores em dia. Afinal, entre efetivos, comissionados, temporários e terceirizados é possível que passem dos 15 mi; são muitas famílias que dependem diretamente dos salários para pagarem suas contas e colocarem comida dentro de casa.

Depois de alterar o horário de expediente dos setores administrativos da Prefeitura, que passou a funcionar de 12 às 18 horas, agora foi baixado um ‘decretão’ cortando na própria carne. Nada mais de shows, diárias, passagens aéreas, aquisição de novos equipamentos; redução dos gastos com telefone, água, energia, material de limpeza, de expediente, entre uma série de outras medidas drásticas para que não aumente o desequilíbrio orçamentário do Município e não entre em desacordo com a lei complementar 110/2000, que é a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Exceto as áreas de saúde e educação, que tem maior proteção constitucional, o resultado negativo desse arrocho começa a ser sentido, e se acentuará mais ainda com o decorrer do tempo. Já falta papel ofício (Chamex) para a impressão de licenças e até de boletos para pagamentos de taxas. Provavelmente, daqui a pouco será o cafezinho que estará escasso e quem sabe, papel higiênico.

O prefeito anunciou em novembro que cortaria 200 cargos comissionados, mas até a semana passada não passava de 50. Mesmo assim, os 200 anunciados não serão suficientes e já se fala internamente em 300. É um drama, pois além de paralisar setores importantes da administração, esses cortes tratam um problema político sério para Audifax: a maioria desses cortes atingirão pessoas indicadas por vereadores que dão sustentação política ao prefeito na Câmara.

Se a relação executivo x legislativo já anda às turvas, a tendência é de piorar com esses cortes e com a não nomeação de novos comissionados para atender aos vereadores e partidos que chegam.           

Falta de diálogo espanta investimentos

            Apesar de todo o esforço do prefeito Audifax para garantir o funcionamento da máquina administrativa, ele padece de uma carência: não sabe lidar e não tem paciência para ouvir e tratar com os setores produtivos da cidade e ainda, dependendo do público, dizer que governa para os pobres. Mas não pode esquecer que quem paga a conta é o ‘rico’, leia-se: setor produtivo.

Nos últimos as queixas empresariais se tornaram recorrentes e a Serra pegou a fama de que na cidade tudo é difícil: licenciamentos, aprovações de projetos, excesso de burocracia, excesso de fiscalização, falta de diálogo com o chefe do executivo, entre outras tantas reclamações.

O resultado disso é que a Serra não vem mais atraindo indústrias e plantas logísticas expressivas. E já perdeu algumas e ainda está na iminência de perder outras para o norte do ES, que tem benefícios da Sudene.

             Enquanto perde expressivas plantas empresarias, a cidade ganha dezenas de lojas populares. Basta circular pelas avenidas Central (Laranjeiras), Getúlio Vargas (Serra-Sede), Brasília (Porto Canoa) e Abdo Saad (Jacaraípe) para ver a proliferação dessas lojas, que dão a falsa sensação de crescimento da cidade.

A Serra está perdendo o que levou décadas para conquistar. E não recebe praticamente mais nada significativo. O pouco que está para vir se arrasta há anos e ainda deve demorar.

             João Baptista da Motta, quando prefeito da Serra, ao ouvir dizer que uma empresa queria vir para o Estado pegava um avião e ia à sede da mesma, fazendo todo o possível para trazê-la para a cidade. Quando ouvia falar que uma empresa queria ir embora da Serra, ia pessoalmente nela, várias vezes se preciso fosse, para impedir que isso acontecesse.




O que você acha ?

Você é a favor do auxílio moradia para juízes?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por