Fiscalização resgata arara Canindé na Serra | Portal Tempo Novo

Serra, 12 de novembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Meio Ambiente

Serra, 1 de novembro de 2018 às 10:39

Fiscalização resgata arara Canindé na Serra


A ave já era muito conhecida nos bairros de Manguinhos e Cidade Continental e estava sendo monitorada pela Semma. Foto: Divulgação

Uma arara Canindé foi capturada e resgatada pela equipe de Fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente (Semma) da Prefeitura da Serra. O resgate aconteceu por se tratar de um animal silvestre que não estava em seu habitat natural e corria o risco de ser capturado por moradores e comercializado.

A ave já era muito conhecida nos bairros de Manguinhos e Cidade Continental e estava sendo monitorada pela Semma. A arara, que não se sabe se é macho ou fêmea, está em boas condições de saúde e será enviada ao projeto Centro de Reintrodução de Animais Selvagens (Cereias), em Aracruz. Lá, ela será reintroduzida em seu habitat natural.

De acordo com o técnico ambiental do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas-Ibama), Rogério Santos Araújo, a ave é domesticada e deve ter fugido de alguma residência há alguns meses. “Ela já fazia voos longos, mas vem no dedo de humanos, com facilidade, principalmente mulheres. Essa arara não é típica de Mata Atlântica. Ela é encontrada na região do Cerrado, típica de Minas Gerais e Goiás”, contou.

 A ação de resgate contou com a ajuda de um morador. “A arara já era conhecida pelos moradores, e estávamos de olho. Um morador conseguiu capturá-la no Mestre Álvaro e ligou para a gente ir lá recolhê-la. Já tinha gente querendo capturar o animal para vender por 5 mil reais”, explicou o diretor de fiscalização, José Luiz Scaquette. 

A ação de resgate aconteceu no último dia 29. 

Fiscalização

O telefone para acionar a Fiscalização para recolher animais silvestres é 99951-2321/ 0800 283 9780 e o e-mail é [email protected]

A multa para quem for pego com animais silvestres varia de R$ 50 a R$ 300, mais R$ 50 por espécie, e para animais que estão na lista de extinção é de R$ 100. Se tiver mais de três unidades, é caracterizado como comércio ilegal e a multa é aplicada em dobro. Com mais de 10 unidades, é considerado tráfico de animais e multa é multiplicada por cinco.




O que você acha ?

Você acredita no sucesso do governo Bolsonaro?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por