Grupo vai parar no hospital após banho em córrego de praia da Serra | Portal Tempo Novo

Serra, 26 de junho de 2019

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Meio Ambiente

Serra, 5 de fevereiro de 2019 às 16:58

Grupo vai parar no hospital após banho em córrego de praia da Serra

Por Bruno Lyra
[email protected]

O grupo tomou banho no último dia 29 de janeiro no córrego que divide as praias de Manguinhos e Bicanga. Foto: Divulgação

O que era para ser um dia de lazer entre as praias de Bicanga e Manguinhos, virou um pesadelo para um grupo de 20 moradores de Nova Carapina. Isto porque as pessoas passaram mal e tiveram que ir para a UPA da Serra Sede após tomarem banho no córrego Laranjeiras, que deságua entre as duas praias. Duas crianças do grupo chegaram a ficar internadas com vômito, diarreia, febre e infecção de garganta.

Tudo começou no último dia 29 de janeiro, quando o grupo alugou uma van e se dividiu em carros particulares para ir ao local. É o que conta uma das vítimas, a moradora de Nova Carapina, Grazielly Siqueira Zanoni Evangelista.

“Chegamos à praia e vimos aquele riozinho lindo, de águas calmas e mornas. Não parecia poluído. Tomamos banho o dia todo. À noite as pessoas que entraram nessa água começaram a passar mal. Inclusive eu e meus dois filhos, um de três e outro de 13 anos. Na quinta-feira (31) fui na UPA da Serra Sede, assim como a turma que estava com a gente no passeio e entrou no rio. Lá uma enfermeira nos falou que a água é muito poluída. Recebemos o diagnóstico de gastroenterite. Cerca de 20 pessoas tiveram diarreia, vômito e febre”, relata Grazielly.

A moradora acrescentou que publicou a situação nas redes sociais e logo apareceram outros comentários nas postagem relatando os mesmo sintomas após entrar no córrego. “Não dá para saber que é poluído. Deveria ter placas avisando. Passamos uma situação muito difícil, um risco de morte. Meus filhos tiveram que ficar internados, pois além da gastroenterite tiveram infecção de garganta e o médico disse que foi a água contaminada”, observa Grazielly.

Questionada se o mal estar não poderia ter sido provocado por algum alimento ingerido naquele dia, Grazielly disse acreditar que não. “Só passou mal quem entrou na água do córrego”, falou. 

O córrego Laranjeiras nasce no Parque da Cidade, no bairro de mesmo nome. Já ali recebe as águas das Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) Valparaíso e Laranjeiras. Também é formado pelo córrego São Diogo, que sai do bairro de mesmo nome e atravessa a área verde entre Novo Horizonte e Jardim Limoeiro. Ambos são rios urbanos altamente poluídos e recebem esgoto tratado e não tratado.  

Por fim, atravessa os brejos ao fundo do antigo parque aquático Yahoo, onde a vegetação funciona como filtro para o excesso de sujeira que recebe antes de chegar ali. Próximo a este ponto que faz parte do Parque Natural Municipal de Bicanga, o riacho recebe também águas da ETE Manguinhos, antes de seguir para a praia, onde forma uma pequena lagoa que atrai banhistas.

Desde janeiro de 2015 o esgoto da cidade é gerido pela Parceria Público Privada (PPP) Cesan/Ambiental Serra. A fiscalização do serviço e da balneabilidade das praias e rios é de responsabilidade da Prefeitura da Serra.

Em nota, a Prefeitura da Serra informou que está apurando o caso. A reportagem também acionou a PPP Cesan Ambiental/Serra e assim que tiver posicionamento da concessionária sobre o caso, publicará neste espaço.

 




O que você acha ?

Como você avalia os 6 primeiros meses de Renato Casagrande no Governo do Estado?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por