Incêndio atinge vegetação em Pitanga e fumaça se espalha pela Grande Vitória | Portal Tempo Novo

Serra, 22 de Abril de 2019

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Meio Ambiente

Serra, 22 de Janeiro de 2019 às 10:18

Incêndio atinge vegetação em Pitanga e fumaça se espalha pela Grande Vitória

Por Bruno Lyra
[email protected]

Imagem feita em Colina de Laranjeiras na noite de ontem (21). Foto: Divulgação/Renato Ribeiro

Um incêndio de grandes proporções atingiu a vegetação do morro entre uma pedreira e o cemitério do bairro Pitanga na Serra entre o início da noite de ontem (21) e a manhã desta terça – feira (22).

As labaredas podiam ser vistas por quem passava na BR 101 e também de diversos bairros da Serra. O vento forte ajudou a espalhar a fumaça, que chegou a atingir municípios vizinhos. No grupo Utilidade Capixaba no Facebook, participantes postavam que a fumaça estava gerando incômodo na Praia do Canto em Vitória e era vista e sentida até no bairro Itaparica em Vila Velha, por volta das 23h horas de ontem.

Segundo o presidente da Associação de Moradores de Pitanga, Luiz Henrique Ribeiro ‘Zica’, o fogo queimou a vegetação rasteira do morro e se espalhou em direção à baixada do Canal dos Escravos, em direção a região dos bairros Laranjeiras Velha e José de Anchieta.

“Foi longe das casas, mas sempre fica o medo de que o fogo atinja o paiol onde a pedreira guarda os explosivos. Felizmente isso não aconteceu. Hoje de manhã o fogo já havia descido em direção a baixada de turfas, mas acho que só está queimando por cima, pois o solo de turfa ainda tem água por causa das chuvas do ano passado”, relata Luiz Henrique.

A assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiro informou às 10h e 30 desta terça-feira que o incêndio estava controlado. A reportagem questionou o tamanho da área queimada e se há risco de incêndio na turfa, mas a assessoria ainda não tinha essas informações. Assim que disponibilizá-las, serão publicadas neste espaço. Lembrando que incêndio na turfa, camada de vegetação em decomposição que fica abaixo do solo de áreas brejosas, gerou graves problemas ambientais e de saúde respiratória na Serra e cidades vizinhas durante a superseca de 2015 e 2016.

A reportagem também entrou em contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Serra e assim que tiver informações sobre o tamanho do prejuízo ambiental, publicará neste espaço.

O morro atingido fica próximo ao Mestre Álvaro, que é uma Área de Proteção Ambiental (APA) com mais de 800 hectares de Mata Atlântica. Confira abaixo o vídeo feito pelo morador de Barcelona, Renato Ribeiro, por volta das 20h desta segunda-feira (21).

O ano de 2019 começou muito seco e quente na Grande Vitória, o que está ajudando a agravar incêndios, acidentais ou não.

Veja o vídeo: 




O que você acha ?

Você é a favor do Escola sem Partido?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por