Morador cobra limpeza de valão na região da Serra-Sede | Portal Tempo Novo

Serra, 16 de novembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Pronto Flagrei

por Gabriel Almeida

Serra, 13 de setembro de 2018 às 15:41

Morador cobra limpeza de valão na região da Serra-Sede


A moradora denuncia que o valão não é limpo há cerca de seis meses. Foto: Divulgação leitor

Imagine viver ao lado de um valão? Agora imagine esse valão sem receber limpeza? Na comunidade de Santo Antônio, região da Serra-Sede, este tem sido um problema: mau cheiro, mosquito e animais mortos em meio ao córrego Dr. Róbson, que é um dos riachos alimentadores da lagoa Juara.

Quem reclama da falta de limpeza do valão é a moradora Eliana Lemos de Oliveira, que reside no local há mais de dez anos. “A situação está ficando cada dia pior. Rato morto, cachorro morto, muito urubu. Um mau cheiro insuportável. Minha casa fica atrás dessa podridão e fica até difícil para almoçar”, queixa-se.

O córrego, passa pela rua dos Estudantes, poucos metros antes da entrada de um dos cartões postais da cidade, o Jardim Botânico.

Segundo Eliana, em dias de sol, o problema é ainda pior, pois o fedor sobe e invade as casas. “Antes a Prefeitura limpava de mês em mês, agora não sei o que aconteceu, porque tem muito tempo que ninguém vem aqui fazer uma limpeza. O problema só não é ainda maior, porque os próprios moradores fazem uma manutenção no sentido de tirar animais mortos pelo menos. Alguns até capinam as margens do córrego”.

A Prefeitura da Serra disse que a Secretaria de Serviços faz limpeza do valão constantemente, conforme o cronograma de trabalho. Uma nova limpeza será realizada nos próximos 15 dias. A orientação é que os moradores colaborem e não façam o descarte irregular de lixo no local.




O que você acha ?

Você acredita no sucesso do governo Bolsonaro?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por