Morte do jornalista Ricardo Boechat repercute no Espírito Santo | Portal Tempo Novo

Serra, 19 de Fevereiro de 2019

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Política

Serra, 11 de Fevereiro de 2019 às 13:48

Morte do jornalista Ricardo Boechat repercute no Espírito Santo

Ricardo Boechat morreu por volta do meio-dia desta segunda-feira, aos 66 anos, em São Paulo

Por Maria Nascimento
[email protected]

O jornalista Ricardo Boechat morreu aos 66 anos. Foto: Divulgação

O Brasil foi pego de surpresa com a notícia da morte do jornalista Ricardo Boechat, ocorrida no início da tarde desta segunda-feira (11), após um acidente de helicóptero. 

Sobre o assunto, autoridades capixabas emitiram notas, por meio das quais registram a perda do profissional. 

O primeiro a se manifestar foi o ex-governador Paulo Hartung (sem partido). Ele disse que havia acabado de receber com muita tristeza a notícia da morte do jornalista Ricardo Boechat, em condições trágicas . “Deixo aqui meus sentimentos à família, em especial à querida Veruska. O jornalismo perde um dos seus maiores representantes contemporâneos . Boechat tinha opiniões fortes e uma capacidade de análise única. Ele certamente deixa saudade aos seus fãs, amigos e familiares . O bom jornalismo perde um de seus melhores nomes”.

O governador Renato Casagrande (PSB) também se manifestou por meio de sua assessoria. “É com pesar que recebo a notícia da morte do jornalista Ricardo Boechat, 66, no início da tarde desta segunda-feira (11), vítima de um acidente de helicóptero em São Paulo. O jornalismo brasileiro perde hoje uma de suas referências. Defensor do pluralismo de ideias e da imprensa livre, Boechat tinha fortes ligações com nosso Estado. Meus sentimentos à Veruska, sua esposa, aos familiares e amigos neste momento de dor”.

O prefeito da Serra, Audifax Barcelos (Rede), também lamentou a morte do jornalista. “Recebo com tristeza a notícia sobre o falecimento do jornalista Ricardo Boechat, no início da tarde desta segunda-feira (11), vítima de um acidente de helicóptero em São Paulo. A morte de Boechat é uma perda muito grande para o jornalismo nacional. Que Deus posso confortar e dar força para Veruska Seibel Boechat (esposa), família, amigos e ao Grupo Bandeirantes de Rádio e Televisão”.

Ex-deputado e atual diretor do Detran-ES, Givaldo Vieira disse “lamento a perda de uma grande referência da imprensa brasileira!”. 

O deputado federal Sérgio Vidigal (PDT) enviou nota por meio de sua assessoria, por meio da qual lamenta o ocorrido. “”Com tristeza recebi a notícia da morte do jornalista Ricardo Boechat, hoje em São Paulo. Perdemos um grande nome do jornalismo. Queremos externar os meus sentimentos aos familiares dele e de todas as vítimas envolvidas no acidente”, afirmou. 

O deputado estadual Alexandre Xambinho também lamenta. “A tragédia ocorrida nesta segunda-feira (11), com o Jornalista Ricardo Boechat, na rodovia Anhanguera, em São Paulo. Perdemos um grande profissional da comunicação. Ricardo que teve sua carreira iniciada na década de 1970, era o recordista de vitórias no Prêmio Comunique-se, com 17 troféus, e o único a ganhar em três categorias diferentes (Âncora de Rádio, Colunista de Notícia e Âncora de TV). Em pesquisa do site Jornalistas & Cia em 2014, que listou cem profissionais do setor, Boechat foi eleito o jornalista mais admirado.  Nos últimos anos, foi âncora da BandNews FM e no Jornal da Band. Também era colunista da revista “Istoé”. Nossos sentimentos a família e a todos os envolvidos”.

Ricardo Boechat morreu por volta do meio-dia desta segunda-feira, aos 66 anos, em São Paulo. 




O que você acha ?

A homofobia deve ser criminalizada?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por