Serra, 21 de setembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Mestre Álvaro

por Eci Scardini

Serra, 4 de Maio de 2018 às 10:17

O custo do voto na Serra


Por Bruno Lyra

Além dos políticos com base eleitoral local, candidatos de outros municípios que concorrerão a algum cargo nas eleições de 2018 devem investir com força na Serra. São duas as razões: uma, mais óbvia, é numérica: a cidade é a mais populosa do ES e tem o maior número de eleitores do ES, com 317.600. A 2ª colocada, Vila Velha, por exemplo, tem 293.849 pessoas aptas a votar, segundo o TRE.

A outra razão é mais complexa, porém não desprezada por candidatos, seus marqueteiros e conselheiros: o custo do voto. Não se trata de comprar votos, embora o raciocínio também valha para as lideranças que lançarão mão da prática. Mas pelo esforço de marketing, presença pessoal e articulação que o postulante a um mandato em 2019 terá que fazer para convencer os eleitores locais.

Explica-se. Das quatro cidades mais populosas da Grande Vitória, a Serra tem a população com menos identidade local. Gente que muitas vezes tem pouco ou nenhum parente aqui. Parcos laços de amizade. Parte expressiva é pobre e fugiu da miséria e do leste mineiro e sul da Bahia, as duas principais regiões de êxodo em direção ao município serrano.

São pessoas que, por contingência, não estão pensando num projeto para o Espírito Santo. E sim, no que vão comer amanhã, se terão o dinheiro do aluguel, se conseguirão um lote numa área verde qualquer ou se arranjarão uma vaga numa empreiteira que presta serviço a alguma indústria. A Serra tem 100 mil pessoas na linha da pobreza, com renda inferior a R$ 147 por mês, segundo o IBGE. 

Quem é mandatário e almeja a reeleição e quem não é, mas conhece as regras do jogo e tem recursos para se colocar competitivo nele, sabe disso: o voto na Serra é mais barato. A variável nisto é que a cidade está divida, há tempos, em duas lideranças: Audifax e Vidigal. Ambos com muita força eleitoral. Bater de frente contra qualquer um dos dois é complicado numa disputa direta.

Mas é bom lembrar o caso de deputado estadual Amaro Neto em 2014. Com forte inserção nas camadas mais pobres devido ao formato de programa televisivo que até hoje protagoniza, Amaro foi o 3º mais votado na Serra, mesmo sem trabalho e base na cidade, ficando atrás apenas de duas lideranças que há décadas militam no município: Nacib Haddad e Bruno Lamas.

 

 

 




O que você acha ?

Qual é a sua avaliação sobre a qualidade de água dos córregos, rios e lagoas da Serra ?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por