Pouco apoio deixou Serra fora do Pan Americano, afirmam esportistas | Portal Tempo Novo

Serra, 22 de agosto de 2019

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Esporte

Serra, 2 de agosto de 2019 às 11:37

Pouco apoio deixou Serra fora do Pan Americano, afirmam esportistas

Por Vilson Vieira Jr
[email protected]

O goleiro Mão, do beach soccer, diz que a Serra tem grandes atletas, mas falta mais investimento e apoio (Foto: Divulgação)

Os jogos Pan-Americanos 2019 começaram na última sexta-feira, dia 26 de julho. Os jogos de Lima reúnem 6.680 atletas de 41 países, em 39 esportes. É a maior edição história do Pan em número de atletas. O Brasil será representado por 485 competidores, segundo números divulgados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). O ES levou três atletas, mas nenhum é da Serra.

Para lideranças esportivas da cidade, essa ausência de atletas serranos é do que consideram pouco apoio ao esporte local.

Para o goleiro da seleção brasileira de beach soccer, o Mão, falta ao poder público ter pessoas capacitadas para lidar com o esporte e investir nessa área. “Temos um município com grande potencial, mas sem uma visão de investimento no desenvolvimento esportivo. Temos apenas ações meramente pontuais. E nós temos grandes atletas com totais condições de fazer parte de uma competição tão importante como é o Pan Americano”, avalia. Foi essa “defasagem de investimento” no esporte que, segundo Mão, culminou na falta de atletas no Pan e em outras competições.

Na opinião do técnico do Serra Vôlei feminino, Evaldo Luiz Barbosa, em toda competição de alto nível como o Pan, participam os melhores. Por isso, ele acredita que a formação de atletas deve começar nas escolas, além de apoio integral. Mas ele aponta outras medidas: “Construção ou readequação dos ginásios poliesportivos, capacitação de profissionais voltados para o rendimento. Aí poderemos ter a médio e longo prazo uma maior participação em eventos de nível internacional”, destaca.

A falta de patrocínio é outro obstáculo para os atletas serranos treinarem e disputarem torneios de alto nível. Essa é a avaliação do judoca Hugo Souza, professor e fundador da Associação Judô Bushido, de Cidade Continental. “Infelizmente, aqueles que se destacam por falta de patrocínio se deslocam para os grandes centros esportivos do país. Precisamos do incentivo da Prefeitura e da iniciativa privada e da construção de centros esportivos na cidade. Assim, podemos iniciar um trabalho de base. Hoje, isso fica a cargo de clubes privados”, disse Hugo.

Parapan

Já no Parapan, cuja disputa começa no dia 23 de agosto, também em Lima, há uma atleta da Serra. É Maxcileide Ramos, convocada para a seleção brasileira de basquete em cadeira de rodas (leia matéria sobre a paratleta). Ela é de Planalto Serrano e treino no Irefes/Sesport, em Vitória. Para essa competição, o Brasil deve enviar 337 atletas, segundo o Comitê Paralímpico Brasileiro. O ES terá quatro paratletas.




O que você acha ?

Como você avalia o trabalho da Guarda Municipal da Serra?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por