Serra, 21 de Abril de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Geral

Serra, 26 de Janeiro de 2018 às 9:31

Proprietários rurais da Serra acusam Eco 101 de calote


Ernesto Kixiki é um dos proprietários rurais que reclamam da demora da Eco em pagar terreno que utilizou para praça do pedágio. Foto: Arquivo TN/Bruno Lyra

Thiago Albuquerque

Para construir a praça para cobrança de pedágio no KM 242 da BR 101 entre Chapada Grande e Santiago da Serra, a Eco 101 precisou comprar terrenos de produtores rurais do município que atuam na região. Porém, dois deles, estão acusando a empresa de não ter pagado o valor total do negócio. 

Um deles, Ernesto Kixiki, disse que negociou a venda de sua área em duas parcelas. “A empresa pagou a primeira. Mas a segunda parcela está vencida há meses e até agora nada”, reclama.

Também proprietário de terra obrigado a ceder parte de seu terreno para concessionária, Erlanio Miranda, relata estar na mesma situação de Ernesto. Reclama ainda que mesmo tendo terrenos dois lados da rodovia próximos a cobrança do pedágio, está sendo obrigado a pagar a tarifa cada vez que precisa se deslocar entre uma área e outra.

“Os caras constroem no meu terreno, não pagam o que me devem e ainda cobram pedágio. Eles alegam que é por conta de recadastramento, do qual eu já fiz e eles não liberam”, protesta Erlanio.

Os problemas de Erlanio não param por aí. Segundo ele, uma canaleta de drenagem feita pela concessionária acaba jogando lixo e outros resíduos que sobram do intenso fluxo da BR em seu terreno e também no do vizinho Ernesto.

 “É crime ambiental o que eles estão praticando, todo dejeto da BR desce por uma caneleta e joga todo lixo no meu terreno e do Ernesto, eles foram notificados há três anos e até agora nada”, conclui Erlanio.  

A praça do pedágio foi erguida entre 2013 e 2014. Em maio deste último começou a cobrança do pedágio, que desde então já aumentou cerca de 40%. 

O que diz a Eco

Sobre a questão dos pagamentos, a assessoria de imprensa da Eco 101 disse que os proprietários dos terrenos optaram por não receberem uma das parcelas, alegando que o valor não atendiam às suas expectativas. E que iria se reunir com os mesmos para tratar do assunto.

Quanto à reclamação de Elanio sobre a isenção do pedágio, diz que não é obrigada por lei a conceder. Mas que o faz em forma de benefício. Porém, disse que o morador está em falta com a documentação exigida, que deve ser feita semestralmente.    

Com relação à canaleta, a Eco 101 informa que realiza manutenção periódica e irá encaminhar uma equipe para verificar se há alguma irregularidade no local.




O que você acha ?

Você vai votar em algum político que está envolvido na Operação Lava Jato?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por