Serra, 16 de agosto de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Economia

Serra, 27 de julho de 2018 às 10:24

Resíduo industrial da Serra vira solução para estradas vicinais


Material sendo aplicado em Alfredo Chaves, cidade da região serrana do ES, em junho de 2017: 32 municípios já usaram em 700km de estradas. Foto: Clovis Rangel Prefeitura de Alfredo Chaves

Clarice Poltronieri

A escória da ArcelorMittal Tubarão, resíduo gerado durante a fabricação do aço, tem sido usada como alternativa para cascalhar estradas rurais em todo o estado e também na Serra. O coproduto, chamado Revsol, gera economia de 50 a 75% na manutenção das estradas rurais na Serra.

De acordo com o secretário de Agricultura, Agroturismo, Aquicultura e Pesca da Serra, Samuel Dias, a economia é indireta, pois como o tempo de manutenção das estradas com patrolagem é menor, as máquinas e pessoal são direcionados a outros serviços.

“A grande vantagem do uso desse material é que ganhamos tempo para retornar ao local e fazer a manutenção com as máquinas. Com o uso do produto nas estradas não-pavimentadas, levamos o dobro do tempo (às vezes até o triplo, quando não há chuva, por exemplo) para retornar ao local com a manutenção. Isso nos permite aproveitar as máquinas e pessoal que iriam para essa manutenção em outros locais”, explica.

Ele aponta que todo o material é doado pela empresa e encaminhado para o pátio da Prefeitura onde é feita uma mistura, normalmente com argila. E em alguns casos, pode ser usado em vias urbanas que ainda não receberam pavimentação.

De acordo com a assessoria da Arcelor, o coproduto substitui o cascalho mais usado, como brita e saibro, e com isso evita a extração de produtos naturais. Também gera economia de cerca de 50% aos órgãos públicos ao diminuir os custos com a manutenção das vias e é eficaz para suporte de cargas mais pesadas.

Na Serra cerca de 131,8km de estradas vicinais sem pavimentação na área rural foram revestidas com a escória, recebendo 422.699 toneladas de Revsol. Em todo o estado 701,8kmde estradas receberam escória em 32 municípios, totalizando 1.768.745ton de material doado, segundo assessoria de imprensa da Arcelor. Outras sete cidades do estado aguardam para receber o coproduto. 

A assessoria do governo do Estado disse que o uso do material como revestimento primário em rodovias não pavimentadas, diminui lama e poeira, proporcionando conforto e segurança aos motoristas. A Estrada do Flamboyant, em Guarapari, teve 6 km de sua extensão cobertos com o material; o revestimento no trecho da ES 080 entre Santa Leopoldina e Santa Teresa terá mais 6 Km de cobertura ainda este ano;  a Estrada do Lameirão (ES 481), em Guarapari, também receberá o coproduto num trecho de 3,5km.




O que você acha ?

Os novos investimentos ambientais anunciados por Vale e Arcelor vão reduzir o pó preto?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por