Se mexer fede | Portal Tempo Novo

Serra, 17 de dezembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

O Nó da Gravata

por Conceição Nascimento

Serra, 30 de novembro de 2018 às 8:45

Se mexer fede


Essa semana vereadores da Serra bateram com força na empresa Ambiental Serra/Cesan, responsável pelo esgotamento sanitário. Além das críticas, alguns parlamentares afirmaram que a empresa estaria “passando a mão em lideranças comunitárias”. Segundo o vereador Roberto Catirica: “A Serra Ambiental vive passando a mão em alguns líderes comunitários, que são liderados por alguém que fez isso de forma efetiva junto às comunidades”. O vereador Wellington Alemão complementou: “infelizmente eles (Ambiental Serra) passam a mão na cabeça de alguns do movimento comunitário e não se resolve nada”. Resta saber o que significam objetivamente tais afirmações e quem seriam estes tais líderes comunitários.

Manato não 1

O deputado federal Carlos Manato, o número 1 do PSL no Estado, fala em alto e bom som que o seu partido terá candidato a prefeito na Serra e que será um médico ou empresário, mas que anunciará o nome somente em março. Alguns especulam o nome de Remegildo Gava, do Hospital Metropolitano. Porém, amigos muito próximos dele descartam a ideia e alegam que não há relação política próxima entre os dois e que se isso viesse a acontecer, seria pelas mãos do prefeito Audifax Barcelos (Rede).

Manato não 2

Outro nome especulado seria de Adão Celia, hoje o ‘rei da cachaça’ no Estado e com uma relação grande de empreendimentos criados por ele, que o coloca como uma das cabeças mais criativas e empreendedoras no meio médico. Mas Adão também não demonstra ter essa relação política com Manato. O médico Gustavo Peixoto e um dos sócios do grupo Hospital Meridional, recém lançado na política, já está em rota de colisão com Manato e rechaça o PSL como opção partidária.

Manato caseiro

Em um giro rápido sobraram dois nomes: o dele próprio e o da esposa, Soraya, uma vez que eles eram sócios do Hospital Metropolitano até o mês passado, quando o mesmo foi vendido para o Meridional. Qualquer outro nome seria uma baita surpresa. Mas qualquer que seja o nome escondido na manga de Manato, uma providência tem que ser tomada de imediato: mudar de mala e cuia para o município, caso ele não resida aqui. O eleitor serrano não vai admitir votar em pessoas que só tem o domicílio eleitoral aqui, ou que mantém um imóvel em algum bairro da cidade, só para justificar as intenções eleitorais, mas que de fato mora em Vitória.

Moreira no radar

Mas se Manato quiser surpreender mesmo, pode lançar mão do nome do vereador Luiz Carlos Moreira. Os dois são muito amigos, trocam muitas figurinhas políticas, Moreira nutre o sonho de ser prefeito da Serra e não tem nenhuma dificuldade em deixar o MDB.

Chateado com Bolsonaro

Segundo a revista Crusoé, a insistência do senador Magno Malta em ser nomeado ministro estaria incomodando aliados do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Mas essa semana, Magno tomou um banho de água fria. Bolsonaro anunciou o deputado Osmar Terra (MDB) para a pasta da Cidadania, que afastou as possibilidades de Malta em ocupar um cargo de 1º escalão. Segundo o Estadão, Malta teria dito para aliados que está “magoado e chateado” com o presidente eleito. O jornal atribui a não nomeação do senador capixaba aos vetos dos filhos de Bolsonaro e do vice, General Hamilton Mourão (PRTB).




O que você acha ?

Você concorda com a saída de Cuba do Mais Médicos?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por