Serra, 16 de julho de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Meio Ambiente

Serra, 2 de Fevereiro de 2018 às 9:50

Secretário não prova que resíduos da Vale não atingiram praias da Serra


 

Técnicos do Iema e da Vale observam o descarte de resíduos com metais pesados que a mineradora lançou da planta de Tubarão em Praia Mole, divisa de Vitória e Serra. Foto: Fred Loureiro Secom

Bruno Lyra

O secretário de Meio Ambiente da Serra, Marcos Franco, não conseguiu comprovar que os resíduos lançados pela Vale no mar em Praia Mole em dezembro do ano passado não chegaram à Praia de Carapebus na Serra.

Marcos havia declarado publicamente que os resíduos da mineradora, lançados entre os últimos dias 01 e 05 de dezembro, não haviam chegado a Serra. A informação foi contestada pelos ativistas e moradores de Praia de Carapebus, Anderson Soares e Marcelo Warung, que inclusive fizeram imagens com drone que revelou cor amarelada na água do mar no bairro.

A afirmação de Marcos também causou reação na Câmara de Vereadores da cidade, que através da Comissão de Especial de fiscalização das licenças de Vale e ArcelorMittal, exigiu que o secretário provasse com análises laboratoriais sua afirmação. A Comissão é presidida pelo vereador Fábio Duarte (PDT).

Em resposta, o secretário então enviou um relatório a Comissão, onde admite na pág. 02 do documento: “Lamentavelmente, não dispomos de laboratórios para análises, neste caso como em outros semelhantes comumente não conseguimos comprovar degradações e/ou irregularidades, muito porque dependemos de análises realizadas pelas próprias fontes poluidoras que sempre apresentam resultado dentro dos padrões”.

Por conta do lançamento o Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema), órgão licenciador da Vale, multou a mineradora em R$ 1,62 milhão. A empresa havia dito que o lançamento era controlado e autorizado pelo órgão, mas a então diretora-presidente do Iema, Andrea Carvalho, negou que o Instituto tenha concedido tal autorização.

A Vale se nega a pagar a multa. A empresa entrou com recurso administrativo no próprio Iema. Já Andrea foi exonerada do Iema no último dia 18 de janeiro, sob a acusação de participar de supostas fraudes no sistema de licenciamento on line do órgão. Andrea, que antes de assumir o cargo no Iema tinha sido secretária de Meio Ambiente da Serra, nega as acusações e se diz vítima de perseguição.




O que você acha ?

Você vai votar em quem para presidente?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por