Serra, 15 de julho de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Geral

Serra, 15 de junho de 2018 às 11:25

Vacinação é prorrogada e Serra já tem 13 casos de supergripe


A imunização agora seguirá até o próximo dia 22 de junho nas 38 unidades de saúde, de segunda a sexta. Foto: Agência Brasil 

Gabriel Almeida

O Ministério da Saúde prorrogou mais uma vez a campanha de vacinação contra a gripe Influenza.Os moradores que estão dentro do grupo prioritário que ainda não se imunizaram contra a doença têm até o dia 22 de junho para serem vacinados. A campanha iria chegar ao fim nesta sexta-feira (15) e até ontem (14) já haviam sidos registrados 13 casos de supergripe na Serra este ano.

Segundo o Ministério da Saúde, a decisão de prorrogar a vacinação mais uma vez foi pelo fato de que o número de pessoas imunizadas em todo o País está baixo e acendeu um alerta de preocupação com o inverno que começa ainda esse mês. O órgão orienta que o ideal é que a vacina seja tomada antes de começar o inverno, época com maior incidência da doença.

Na Serra já foram registrados 13 casos de supergripe em 2018, sendo que um dos pacientes morreu. Foram nove casos provocados pelo vírus H1N1 e quatro por influenza A H3N2. Os números são da Secretaria Municipal de Saúde que ainda disse que existem outros 89 casos em investigação.

No município,cerca de 10 mil pessoas do grupo prioritárioainda não se vacinaram. No total, até a última quinta-feira (14), mais de 90mil pessoas já tinham sido imunizadas. A meta do município é de 101 mil moradores. A vacina contra a gripe fornecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é trivalente e protege contra os vírus influenza A (H1N1), influenza A (H3N2) e influenza B e deve ser tomada anualmente.

A imunização segue sendo feita nas 38 unidades de saúde da Serra de segunda a sexta-feira. Nas regionais (Jacaraípe, Novo Horizonte, Feu Rosa, Serra-Sede, Serra Dourada e Boa Vista), das 7h30 às 16h30. Nas demais unidades, de acordo com o horário da sala de vacinação de cada uma.

Só pode se vacinar pessoas do grupo prioritário que foi definido pelo Ministério da Saúde: pessoas a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, professores regentes em sala de aula, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto) e portadores de comorbidades (pessoas com duas ou mais doenças).

No Espírito Santo, até a última quinta-feira (14), foram registrados um total de 94 casos de supergripe. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), foram 40 casos por Influenza A (H3N2), 50 casos por Influenza A (H1N1) e quatro casos por Influenza B. Deste total, nove casos evoluíram para óbito, sendo dois por Influenza B, dois por Influenza A (H3N2) e cinco por Influenza A (H1N1).

Segundo a Prefeitura, a Serra é o município com maior número de equipamentos. Foto: Divulgação

Segue combate a dengue, zika e chikungunya

A Prefeitura da Serra também vem intensificando o combate ao mosquito Aedes aegypti que é transmissor da dengue, zika e chikungunya. O município realizou recentemente o segundo Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) de 2018, e vem toda semana monitorando as 1.200 armadilhas de combate ao mosquito na Serra, o município com maior número de equipamentos segundo a Prefeitura.

As ações de rotina continuam, entre elas: passagem do carro fumacê e do UBV pesado, colocação de larvicidas nas valas e córregos, trabalho com bombas costais para pulverização, atividades de educação em saúde e visitas domiciliares e a locais estratégicos (borracharias, floriculturas, ferros-velhos, entre outros). 

Em 2018, foram notificados 32 casos de zika, 56 de chikungunya e 450 de dengue. De acordo com o município, não houve óbito dessas doenças na Serra em 2018.

 




O que você acha ?

Você vai votar em quem para presidente?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por