WhatsApp aproxima PM e moradores contra crimes na região de Laranjeiras | Portal Tempo Novo

Serra, 19 de dezembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Cidade

Serra, 30 de novembro de 2018 às 9:26

WhatsApp aproxima PM e moradores contra crimes na região de Laranjeiras

A iniciativa é da 2ª Companhia da Polícia Militar, através do programa Rede Comunidade Segura, cujo objetivo é aproximar os agentes de segurança pública com o cotidiano de quem mora na região.

Por Ana Paula Bonelli
[email protected]

Policiais da 2ª Cia com o síndico do condomínio Recreio das Laranjeiras, Flávio Dionísio, que faz parte dos grupos. Foto: Gabriel Almeida

Ana Paula Bonelli

Desde que se popularizou, o WhatsApp e outros aplicativos de mensagens instantâneas vêm progressivamente sendo usados por moradores e policiais que atuam nas comunidades para a comunicação direta. Em Laranjeiras e bairros do entorno, região da Serra com muita ocorrência de crime contra patrimônio, a Polícia Militar sistematizou o uso da ferramenta para tentar prevenir  furtos, assaltos e outras ações violentas.  

A iniciativa é da 2ª Companhia da Polícia Militar, através do programa Rede Comunidade Segura, cujo objetivo é aproximar os agentes de segurança pública com o cotidiano de quem mora na região. Quem explica é o comandante da 2ª Cia, Capitão Aluízio Antônio Feletti.

“Nosso foco é a prevenção. Atualmente temos três grupos no WhatsApp específicos, condomínio, comércio e residência monitorada. Nosso objetivo é criar um ambiente onde a comunidade compartilhe seus hábitos, dificultando a ação de criminosos e disseminando o uso de aplicativos visando o monitoramento das ruas e área privadas”, detalha Feletti.  

Desde que os grupos foram criados, em maio de 2018, os policiais já fizeram 7 mil visitas a comércios, condomínios, hospitais, escolas, além do Terminal de Laranjeiras, Hospital Jayme Santos Neves e Dório Silva. “São visitas preventivas com o intuito de conviver com a comunidade. O policial quer conhecer e ser conhecido. Saber as demandas e trazer segurança para os moradores”, salienta o comandante.

Feletti conta ainda que a meta é incluir o maior número possível de condomínios, comércios e residências nesse sistema, que deve ser ampliado. Uma das dicas que o capitão dissemina nos grupos é o uso de aplicativos como o Sinesp Cidadão, onde é possível consultar placas de veículos. E do portal do Conselho Nacional de Justiça (https://portalbnmp.cnj.jus.br/) para consulta de mandados de prisão em aberto. 

Com essas ferramentas na mão, o morador colocará as informações no grupo e ligará no telefone da companhia caso aviste movimentação suspeita. “Já em caso de crime em andamento (emergência) orientamos ligar para o 190. Em seguida, se estiver em segurança, pedimos ou morador ou comerciante que coloque as informações no grupo e ligue para a Cia”,  orienta.

Síndicos relatam melhora na sensação de segurança

De Colina de Laranjeiras, Flávio Dionísio é síndico do condomínio Recreio das Laranjeiras há quatro anos e conta que após a implantação da iniciativa melhorou a sensação de segurança. a

“A nossa rua é bastante perigosa, pois tem o fluxo grande e duas saídas, uma para a BR e outra para Taquara. Estavam acontecendo muitos assaltos. O projeto foi bem aceito pelos moradores e nós ajudamos a monitorar nossa região. O imóvel foi valorizado, quando uma pessoa vem para alugar ou comprar e vê a placa do programa, a sensação de segurança aumenta. O número de assaltos também diminuiu, mas não acabou. Hoje, os bandidos agem de moto ou bicicleta, a pé não tem mais. E quando tem algum movimento estranho, a gente avisa pelo grupo do WhatsApp e a viatura chega rápido”, destaca o síndico.

Para Cristina Lana, que é síndica do condomínio Reserva Bosque dos Ipês, em Santa Luzia, o projeto é inovador. “E um formato de polícia que a gente não está adaptado a ver, dos policiais estarem em contato com a comunidade. Eu tenho o telefone do Capitão e falo com ele sobre segurança. É de se espantar, porque o Feletti tem um empenho muito grande, e ele não só fala, ele faz. O relacionamento estreitou e só vejo ganhos, pois melhorou a sensação de segurança ”, destaca.

A 2ª Cia é responsável pela segurança de nove bairros: Parque Residencial Laranjeiras, Colina de Laranjeiras, Morada de Laranjeiras, Valparaíso, Santa Luzia, Chácara Parreiral, Guaraciaba, Camará e Civit II.




O que você acha ?

Você vai passar o Réveillon na Serra?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por